Modernos / Contemporâneos: design brasileiro de móveis – Bolsa de Arte, São Paulo 2014

Entre 03 de junho e 29 de julho, a Galeria Bolsa de Arte reuniu peças de alguns dos nomes mais expressivos do design brasileiro de móveis, desde representantes do período moderno das décadas de 1940, 50 e 60 até protagonistas consagrados da cena contemporânea e nomes das novíssimas gerações. O critério que norteou  a mostra foi o caráter pouco óbvio do que é apresentado neste panorama.

Sobre as duas fases

O design de móveis teve uma época áurea no Brasil entre as décadas de 1940 e 1960, com grandes criadores, guiados quase sempre por uma estética alinhada com a arquitetura modernista. Além de peças que ficaram para a história, um grande legado do movimento foi a introdução de aspectos de brasilidade na produção moveleira nacional, contrapondo-se à cultura copista que se impunha até então. Hoje, a atividade vive novamente um momento de efervescência no País. Não se pode falar em movimento, talvez não caiba pensarmos em uma geração (apenas). A diversidade expressiva e do perfil de seus criadores é a marca do design brasileiro de móveis contemporâneos, que hoje ganha o mundo, revivendo com características tão distintas o reconhecimento conquistado há décadas pelos designers brasileiros modernos. Entre os expoentes de agora, há herdeiros do modernismo, gente da marcenaria, artistas ecléticos, designers próximos da arte contemporânea, outros embrenhados na cultura popular. Madeira, metais, plástico, acrílico, tecidos e revestimentos sintéticos fazem parte deste amplo universo, em processos artesanais e industriais.

Curadoria: Alberto Vicente e Marcelo Vasconcellos

Realização: Bolsa de Arte, Galeria MeMo, Editora Olhares

Montagem: Studio Zanini

Iluminação: Maneco Quinderé

Informações:

De 04/06 a 29/07 de 2014

Galeria Bolsa de Arte

Rua Rio Preto, 63 – Jardins / São Paulo

1

1

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4..
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10